Negócios /

Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020, 09h:21

A | A | A

Auto Elétrica Campo Verde vai completar 27 anos sempre pensando no futuro

Hoje a empresa funciona como Auto Center, atendendo seus clientes em todos os setores automotivos.


Imagem de Capa
Paulo Pietro

A Auto Elétrica Campo Verde, uma empresa especializada em elétrica automotiva tradicional da cidade, que vai completar 27 anos em 2020 e pretende comemorar a data evoluindo ainda mais, sempre atendendo as necessidades do mercado.

 

Sob o comando dos sócios Alessandra Souza e Elismair Souza, mais conhecido como Abacaxi. A Auto Elétrica Campo Verde foi fundada em Campo Verde no ano de 1993, mas antes da emancipação do município, Elismair já atuava no ramo de elétrica automotiva na cidade que ainda era conhecida somente pela BR-070.  

 

A Auto Elétrica Campo Verde se trata de uma empresa familiar, ela pertencia ao pai de Alessandra, que mais tarde acabou se casando com Elismair, que já trabalhava na empresa do pai, “no inicio era uma empresa bem pequena, meu pai administrava a empresa enquanto meu marido trabalhava na mão de obra, com o passar do tempo à empresa cresceu junto com a cidade, contratamos mais profissionais e meu pai acabou saindo da sociedade, deixando para mim e o Elismair tomar conta de tudo. Logo Elismair também partiu para o setor administrativo e passo a passo fomos agregando mais clientes, já chegamos a ter 20 funcionários, quando existia uma grande demanda, hoje o mercado está mais pulverizado, contamos com 12 colaboradores e estamos bem estabilizados. ”

 

Com o passar do tempo, em 2003 aconteceu uma grande evolução na Auto Elétrica Campo Verde, quando ela passou a fazer parte da Rede Bosch. “Ser um autorizado da Bosch nos dá um respaldo muito grande, mas somente o nome não faz diferença, tem que correr atrás, buscar cada vez mais, eles nos dão uma base muito boa de conhecimento, abrem muitas portas, um diferencial na compra, nos auxiliam a ter um atendimento mais primoroso aos clientes, treinamento aos funcionários, é uma parceria de sucesso, mas temos que fazer nossa parte também,” explicou Alessandra.

 

Hoje a Auto Elétrica Campo Verde, que é conhecida principalmente pelo seu trabalho iniciado há muitos anos em elétrica, veio agregando novos serviços e agora já funciona realmente como Auto Center, ou seja, realiza qualquer serviço automotivo na linha leve (carros e caminhonetes), em elétrica, suspensão, motor, alinhamento e balanceamento e até mesmo funilaria. “Hoje realizamos todos os serviços automotivos, para garantir aos nossos clientes muito mais comodidade, o que às vezes você não vê aqui fisicamente, como serviço de alinhamento, nós realizamos através de nossos parceiros, os nossos clientes saem daqui com todos os problemas resolvidos, realizamos até mesmo atendimento a seguradoras, tudo é claro com nossa marca de qualidade.”

 

Um grande diferencial da empresa são os serviços relacionados ao tacógrafo, a Auto Elétrica Campo Verde é pioneira neste setor, sendo autorizada pelo INMETRO. Segundo o artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro e as resoluções 14/98, 87/99 e 92/99 do Contran, o uso tacógrafo é obrigatório nos veículos:

 

De carga com Peso Bruto Total (PBT) superior a 4536 kg, fabricados a partir de 01 de janeiro de 1991;

De carga com Peso Bruto Total (PBT) superior a 19 toneladas independentemente do ano de fabricação

De transporte de escolares;

De transporte de passageiros com mais de 10 lugares;

De transporte de produtos perigosos.

 

Para atender essa demanda, a empresa tem profissionais especializados, que além de resolver seus problemas podem auxiliar no manuseio do aparelho.  

 

E se engana quem pense que não estão de olho no futuro, “nós sempre estamos evoluindo, conforme a tecnologia muda nós corremos atrás, temos equipamentos para atender todos tipos de veículos, dos mais artiguinhos até os que acabaram de sair, enfrentamos dificuldades como todo negócio, como por exemplo, a falta de mão de obra, mas sempre estamos treinando nosso pessoal e garantindo que estaremos preparados para o crescimento de Campo Verde. Tudo que nós temos está aqui, veio daqui, então nós apostamos muito na cidade.” Finalizou a empresária.                   

             

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz