Carros /

Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 21h:30

A | A | A

Honda NXR 160 Bros é a moto com menor desvalorização no país

arrow-options Divulgação Honda NXR 160 Bros é destaque no Selo de Maior Valor de Revenda da Agência AutoInforme A Honda NXR 160 Bros é a campeã geral...


Imagem de Capa
Honda NXR 160 Bros arrow-options
Divulgação
Honda NXR 160 Bros é destaque no Selo de Maior Valor de Revenda da Agência AutoInforme

A Honda NXR 160 Bros é a campeã geral da 4º edição do Selo Maior Valor de Revenda -Motos. De acordo com a agência AutoInforme, que esteve à frente do estudo, a trail registrou uma perda de apenas 5,6% do seu preço após um ano de uso. Essa é a quarta vez consecutiva que o modelo vence a categoria de depreciação das duas rodas em 17 categorias.

LEIA MAIS: Yamaha mostra conceito que acelera de 0 a 100 km/h em 3 segundos

A pesquisa considerou a variação de preços anotada pelos 101 modelos zero quilômetros mais vendidos no Brasil, de 12 marcas. Além das montadoras vencedoras no prêmio, foram avaliados modelos das marcas Wuyang, Dafra , Haojue, Kymco e Suzuki.

A Honda foi a montadora mais premiada nesta edição, com vitória em oito categorias.Com o título deste ano, a marca levou 25 troféus, sendo quatro como campeã geral. Em seguida, no segundo posto mais alto do ranking, aparece a Yamaha com 11 certificações em quatro, mas apenas uma vitória nesta edição. Mais precisamente na categoria Naked acima de 800 cilindradas, com depreciação de 8%, após um ano de uso.

LEIA MAIS: Yamaha NMax é revelada com novo visual e mais equipamentos na linha 2020

Segundo Luiz Cipolli Junior responsável pelo Estudo de Depreciação, a valorização da moto depende de vários fatores: da potência, da marca, da rede de revendedores, do cuidado que a marca tem em relação ao pós-venda, ao segmento, a origem, ao fato de ter grande volume de venda, à sua aceitação no mercado. Para ele, o prêmio é importante para o consumidor e para as montadoras e importadoras.

LEIA MAIS: Suzuki Burgman elétrico inicia testes para o lançamento em 2020

O Estudo de Depreciação considerou os preços praticados no mercado de motos zero em outubro de 2018 (e não os preços de tabela) e comparou com o preço da mesma moto um ano depois, em outubro de 2019.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz