Entretenimento /

Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019, 12h:30

A | A | A

Cantora protesta no Grammy Latino: "No Chile, torturam, estupram e matam"

O Grammy Latino aconteceu na noite da última quinta-feira (14), em Las Vegas, nos Estados Unidos, e um protesto chamou atenção de quem passou...


Imagem de Capa

O Grammy Latino aconteceu na noite da última quinta-feira (14), em Las Vegas, nos Estados Unidos, e um protesto chamou atenção de quem passou pelo tapete vermelho. A cantora chilena Mon Laferte mostrou os seios com a mensagem: "No Chile, torturam, estupram e matam". Ela estava indicada ao prêmio de Canção do Ano por Amarrame , gravada em parceria com Juanes.

Leia também: A eterna esnobada do pop! Katy Perry segue sem vencer o Grammy

Mon Laferte arrow-options
Reprodução/Instagram/@monlaferte
Mon Laferte fez protesto no Grammy Latino


Com apresentações de Alicia Keys, Anitta, Alejandro Sanz, Fito Páez e Luis Fonsi, a 20ª edição do Grammy Latino  aconteceu na MGM Grand Garden Arena. A edição comemorativa contou com números de cerca de 50 artistas de vários países, incluindo a brasileira Paula Fernandes. A cerimônia começou por volta das 22h (horário de Brasília) e foi comandada por Ricky Martin e pelas atrizes Roselyn Sánchez e Paz Vega.

Leia também: Confira todos os vencedores e performances do Grammy 2019

Entre os brasileiros que concorreram em categorias gerais (não só as específicas para a música em português) estavam: Anitta, Tiago Iorc, Criolo, Nego do Borel, o pianista André Marques e o trio instrumental formado por Edu Ribeiro, Fábio Peron e Toninho Ferragutti.

Anitta (que postou no Instagram uma propaganda do prêmio com seu rosto na Times Square, em Nova York) concorreu na categoria Melhor Álbum de música urbana por "Kisses", mas quem levou o prêmio foi a Bad Bunny com "X 100PRE". Tiago Iorc venceu ao prêmio de Canção do Ano com Desconstrução e Marília Mendonça levou o prêmio de Melhor Álbum Sertanejo por "Em Todos os Cantos". 

Leia também: "Nenhum sistema vai nos calar", diz Fernanda Montenegro ao lançar livro

Confira os vencedores nas categorias em língua portuguesa:

Álbum pop

  • "O tempo é agora", Anavitória (VENCEDOR)
  • "Tarântula", As bahias e a cozinha mineira
  • "Todxs", Ana Caãas
  • "Para dias ruins", Mahmundi
  • "Selfie", Jair Oliveira

Sertanejo

  • "Hora certa", Paula Fernandes
  • "Francis e Felipe", Francis e Felipe
  • "Em todos os cantos", Marília Mendonça (VENCEDOR)
  • "Live móvel", Luan Santana
  • "Ao vivo em São Paulo", Mano Walter

MPB

  • "O amor no caos", Zeca Baleiro
  • "Canta Tito Madi", Nana Caymmi
  • "Tudo é um", Zélia Duncan
  • "Tempo mínimo", Delia Fischer
  • "Ok ok ok", Gilberto Gil (VENCEDOR)
  • "Besta fera", Jards Macalé

Rock

  • "Vulcão", The Baggios
  • "O futuro não demora", BaianaSystem (VENCEDOR)
  • "O céu sobre a cabeça", Chal
  • "Goela abaixo", Liniker e os Caramelos
  • "Matriz", Pitty

Samba/pagode

  • "Canta sereno e moa", Nego Álvaro
  • "Mart'nália canta Vinicius de Moraes", Mart'nália (VENCEDOR)
  • "De todos os tempos", Monarco
  • "Em sua direção", Péricles

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz