PROBLEMA ANTIGO /

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2019, 10h:14

A | A | A

Sem sombra, não há invasão

É simples: cortam as árvores às margens da BR 070.


Imagem de Capa
Waldir Freitas

Depois de mais de 30 anos Primavera recebe a notícia de que as famílias que moram às margens da BR 070, sentido Barra do Garças, serão retiradas.

Ao longo destes 30 anos, algumas famílias receberam casas do Poder Público e se mudaram da área do Dnit. E vimos também outras famílias invadirem e construírem barracos ou entrar no mesmo que foi deixado.

Só retirar famílias não resolve. Tem que urbanizar logo após a retirada. A primeira coisa a ser feita é derrubar as árvores. No sol a pique não tem como fazer outros barracos de lona. É simples: cortam as árvores às margens da BR 070.

Na matéria veiculada na edição do O Diário que circulou no dia 20 de fevereiro, o secretário garantiu que o local será monitorado, mas só tirando a sombra é que evitará as invasões.

Prefeitura e Dnit devem trabalhar em conjunto, sai uma família, a moradia é demolida e a urbanização é feita, ou seja, arranca a casa, arranca as árvores, pois as árvores frondosas ali plantadas são um “convite” para os invasores que constrói da noite para o dia o barraco.  Por isso digo, sem àrvore e com a urbanização ninguém vai construir barraco no asfalto. Ou seja, sem sombra não há invasão.

O que não podemos é permitir que depois que essas 75, 80 famílias saiam, novas entrem. Não podemos permitir que quem chegue em Primavera vindo ou indo para Barra do Garças, tenha a visão da desorganização como está hoje. É chegada a hora de progredir!

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Mais humano impossível

O que chama a atenção é a forma como as famílias são tratadas

Invasão nas margens da BR-070

Um problema de mais de três décadas perto do fim

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.